Dr. Igor Padovesi - Especialista em Obstretrícia e Ginecologia
YouTube Instagram Dr. Igor Padovesi
Menopausa precoce – o que é e quando procurar um médico especialista?

Menopausa precoce – o que é e quando procurar um médico especialista?

A insuficiência ovariana prematura, popularmente conhecida como menopausa precoce, é a parada da função dos ovários e da sua produção hormonal antes dos 40 anos de idade. Quando isso acontece, a mulher não apresenta mais fluxo menstrual pois os ovários não estão mais produzindo os hormônios responsáveis pela ovulação e menstruação.
Em um primeiro momento isso pode parecer agradável às pacientes, principalmente para aquelas que não gostam ou não desejam mais menstruar. Mas essa condição, que não é tão rara, pode ser perigosa...
Isso acontece porque quando os ovários param de produzir os hormônios, a mulher vai sentir todos os sintomas da menopausa: calorões pelo corpo, indisposição, problemas com o sono, fraqueza, dor nas articulações, vagina seca e queda da libido. Esses sintomas podem ser bem desagradáveis e impactar significativamente a qualidade de vida da mulher.
Nesses casos, é fundamental uma avaliação com um médico ginecologista especialista em menopausa para avaliar a necessidade de reposição hormonal e tratamento desses sintomas. Além disso, antecipar a menopausa em cerca de 10, 15 anos pode trazer prejuízos importantes na vida da mulher, principalmente na saúde óssea e cardiovascular.
Os hormônios produzidos no ovários são fundamentais para a formação óssea. Quando antecipa-se a menopausa, essa falta de hormônios pode aumentar o risco de fraturas e osteoporose. E esses mesmos hormônios também são importantes para proteção dos vasos sanguíneos pois evitam a arterosclerose, doença que causa acúmulo de placas de gordura nas veias e artérias e predispõe ao infarto e AVC.
A grande maiora dos casos não tem um causa bem definida e acredita-se que tenha um componente genético associado. Outras causas possíveis são doenças auto-imune que atacam os ovários, infecções bacterianas da região pélvica, quimioterapia e radioterapia para tratamento de câncer e remoção cirúrgica dos ovários.
Caso você tenha menos de 40 anos e não esteja menstruando regularmente e ainda sinta os sintomas da menopausa, procure um médico especialista em tratamento da menopausa e reposição hormonal. O diagnóstico procece e tratamento adequado pode melhorar em muito sua saúde atual e futura!

Por Dr. Igor Padovesi.

 

 

Compartilhe:

Buscar Artigo


Dr Igor Padovesi é formado e pós-graduado pela USP e atua nos melhores hospitais de SP. Sua equipe é especializada no atendimento e cirurgias de mulheres que moram fora de SP e no exterior.


Acompanhe-o nas redes:



MAIS ARTIGOS EM Gestação, Parto e Pós-Parto

+ Gestação, Parto e Pós-Parto
Por que retirar as trompas pode salvar sua vida

Por que retirar as trompas pode salvar sua vida

Cirurgia simples pode ser realizada de forma oportuna, junto de alguma outra cirurgia, para reduzir as taxas de um tumor ginecológico agressivo e de difícil diagnóstico: o câncer de ovário.

Saiba mais
Câncer de mama x obesidade: entenda o risco

Câncer de mama x obesidade: entenda o risco

Entenda mais sobre uma doença silenciosa que é um dos principais fatores de risco para se desenvolver o câncer de mama: a obesidade

Saiba mais
Reposição hormonal: não é questão de opinião

Reposição hormonal: não é questão de opinião

A terapia hormonal da menopausa, quando bem indicada, traz benefícios importantes na qualidade de vida da mulher, com riscos minimizados quando o acompanhamento médico é realizado de perto.

Saiba mais
Subir